Será que o álcool revela quem você é de verdade?

Tempo de leitura: 2 minutos

Aqui está o álcool: a causa e solução para todos os problemas da vida. (Homer Simpson)

É o lubrificante social onipresente que torna mais fácil para socializar, e alguns diriam, falar livremente o que pensamos e revelar nossos verdadeiros sentimentos para os outros.

Mas será o álcool realmente um soro da verdade?

Basicamente sim, mas apenas para o tipo de verdade que sai de um cérebro que não está funcionando muito bem. Então não, não é um soro da verdade.

Mas o que acontece quando estamos bêbados e tudo parece maravilhoso, curtimos bastante, mas depois parece que tudo desaba, bate a depressão e ficamos para baixo?

Álcool, o depressivo estimulante

álcool 2

Depressivo estimulante? Está confuso né?

Como um depressor, álcool reduz alguns neurotransmissores e aumenta os outros.

  • Ele reduz a produção de neurotransmissores excitatórios, tais como glutamato que suportam o pensamento claro e produzem energia.
  • Ele aumenta a produção de neurotransmissores inibidores, tais como ácidos gama-aminobutírico, ou “GABA”, que deixa depressivo.

O efeito do álcool sobre o seu córtex cerebral é o que faz o seu cérebro ser diferente quando você está bebendo. Este é o lugar onde a bebida bate e o pensamento claro fica fora dos trilhos, tornando você menos cuidadoso com o que diz, criando uma versão estúpida sua sem freios.

O álcool também faz com que você processe a informação sensorial de forma menos eficiente, reduzindo seu tempo de reação.

Sob efeito do álcool, o cerebelo fica fora de sintonia, fazendo você tropeçar quando está embriagado, perder o equilíbrio e cair, ou talvez todos os itens acima de uma só vez.

Embora esteja ocupado tentando te derrubar, por outro lado, o álcool também aumenta a quantidade de dopamina nos lançamentos cerebrais, o induzindo ao prazer. É por isso que o álcool faz você se sentir feliz, mesmo quando o cérebro está trabalhando em um ritmo mais lento por conta dele.

O álcool também é a razão da dopamina aparecer para oferecer uma pausa dos problemas da sua vida.

O álcool é a anestesia pelo qual nós suportamos a operação da vida. (George Bernard Shaw)

Ele/Ela me ama, Ele/Ela não me ama

álcool 3

Há pessoas que se perguntam por que os (as) amados (as) só se declaram quando estão bêbados (as). É apenas fala da bebida alcoólica, ou são expressões honestas de afeto?

Tudo é uma questão de nível de embriaguez.

Se alguém está apenas ligeiramente embriagado, tais declarações são mais propensas a serem verdadeiras, porque o cérebro ainda está trabalhando.

Enquanto o álcool não faz a função cerebral mudar completamente – o que quer dizer que você ainda está lá em algum lugar – faz você não pensar com clareza, esse é o motivo dos sentimentos serem tão livremente expressos.

A verdade embriagada está propensa a se alinhar com a verdade sóbria às vezes, afinal até mesmo um relógio quebrado está certo duas vezes por dia.

Fonte: Big Think